sábado, 23 de junho de 2012

4º. ENCONTRO REGIONAL DE ESPERANTO


 BAURU                         7 – 8 JULHO 2012

 

Tema principal: ESPERANTO E CIDADANIA

 

Realização: Sociedade Bauruense de Esperanto

Apoio: Centro Hermes de Educação

 

 

                         

 BOLETIM INFORMATIVO

 

Faltam poucos dias para nosso encontro em Bauru. Se você ainda não se inscreveu, envie mensagem para esperantobauru@yahoo.com.br, informando seu nome e cidade onde mora. O valor da adesão (R$ 20,00) você poderá pagar no local. Não adie sua inscrição, porque precisamos saber o número de participantes para prepararmos da melhor forma o evento.

 

 

LOCAL DO EVENTO

 

Centro Hermes de Educação – Avenida Getúlio Vargas, 7-55, sala 9 – Jd. Aeroporto - Bauru/SP (http://www.centrohermes.com.br/fgv/Portugues/lisUnidade.php?codunidades=3)

 

 

PROGRAMA

 

 

7 DE JULHO – SÁBADO

9h00 – 12h00

Recepção

9h00 – 10h00

Jogo cultural

10h00 – 12h00

Curso rápido de Esperanto para principiantes

José dos Santos Simas

Ludoviko Moraes

10h10 – 11h00

 

Palestras

Esperanto e cultura

Luis Guilherme Souto Jardim (Charqueada/SP)

11h10 – 12h00

Hipátia de Alexandria: filosofia e martírio

José Mauro Progiante (Bauru/SP)

12h00 – 13h30

Almoço

13h30 – 14h00

 

 

Palestras

Esperanto: cultura de paz

Aylton Guido Coimbra Paiva (Lins/SP)

14h10 – 15h00

Teorias da conspiração

Rodrigo Amaral Paula de Méo (São Paulo/SP)

15h10 – 16h00

Sentimento anárquico por trás da experiência linguística

José Roberto Tenorio (São Paulo/SP)

15h00 – 17h30

Curso rápido de Esperanto para principiantes

José dos Santos Simas

Ludoviko Moraes

16h00 – 16h40

Intervalo

16h40 – 17h30

Palestra

Machado de Assis – um eminente satirista

Francisco Stefano Wechsler (Campinas/SP)

17h30 – 19h30

Jantar

19h30 – 19h45

Abertura solene

 

19h45 – 20h40

 

Palestra

Esperanto e cidadania consciente – Projeto "Voto consciente"

Silvio Motta Maximino (Bauru/SP)

 

 

20h40 – 22h00

 

 

Noite de arte

 

Ensemble Rapsódia

Marcela Escobar

(soprano)

Luiz Fernando Figueiredo (pianista)

 

 

Quinteto Amor e Luz

Wellington Silva (saxofone)

Katia Bigueti (teclado)

Cesar Prado (violão)

Jadilson Alves (baixo)

Leopoldo Sanches (percussão)

8 DE JULHO – DOMINGO

 

9h00 – 9h50

 

 

Palestras

Claude Piron: vida e obra e sua importância para o movimento esperantista

Leandro Freitas

(São José do Rio Preto/SP)

10h00 – 10h50

O nome dele é Francisco

Osmar da Silva Alves

(São Paulo/SP)

 

11h00 – 12h00

Debate sobre o tema principal

 

Esperanto e cidadania

Coordenação:

José Roberto Tenorio

12h00 – 12h15

Encerramento

 

 

 

APRESENTAÇÃO DOS PALESTRANTES E RESUMO DAS PALESTRAS

 

 

AYLTON GUIDO COIMBRA PAIVA

paiva.aylton@terra.com.br

Cidade: Lins/SP

 

Esperantista desde 1957, co-fundador e ex-presidente da Sociedade Bauruense de Esperanto, ex-presidente da Sociedade Esperantista de Lins. Autor de livros espíritas.

 

Tema da palestra: ESPERANTO: CULTURA DE PAZ

Quando analisamos o tema Esperanto e Cidadania, constatamos que o Esperanto não é somente uma língua a ser falada entre homens e povos. Por suas características de neutralidade, igualdade e solidariedade, o Esperanto se apresenta como cultura de paz.

O admirável poema de L.L. Zamenhof - LA ESPERO – mostra a diversidade, a desigualdade e os preconceitos que existem entre homens e países (Fortemente se levantam muros milenares/Entre os povos divididos), porém ele adverte: Mas cairão os obstáculos/Golpeados pelo santo amor. E conclui: Sobre um fundamento linguístico neutro/Compreendendo um ao outro/Os povos construirão em consenso/Um grande círculo familiar.

A UNESCO, em 1954, reconheceu o valor do Esperanto para a educação, a ciência e a cultura. Em 1966, os esperantistas declararam, no Manifesto de Praga: "O Esperanto funciona para unir seres humanos além de obstáculos linguísticos e culturais."

Portanto, o Esperanto é um importante instrumento para o exercício da cidadania, em busca de um mundo sem limites, onde prevaleçam em toda parte os direitos humanos. Os esperantistas, como cidadãos do mundo, atuarão para atingir essa meta social.

 

 

 

FRANCISCO STEFANO WECHSLER

esperanto@fswechsler.com

Campinas: Campinas/SP

Agrônomo, com mestrado em Criação de Gado Leiteiro e doutorado em Nutrição Animal.

Profissão: professor aposentado.

Atualmente se dedica à tradução de vários autores, principalmente de Machado de Assis e Fernando Pessoa. Está preparando mais um volume de contos de Machado.

 

Tema da palestra: MACHADO DE ASSIS – UM EMINENTE SATIRISTA

Machado é normalmente visto como um escritor "muito sério". Entretanto, ele frequentemente usava jogos de palavras, ironia, sarcasmo, sátira e paródia como recursos para provocar o riso em seus leitores. Nesta palestra mostrarei vários exemplos da verve satírica de Machado, alguns sutis, outros menos sutis, retirados de seus contos e romances.

 

 

 

JOSÉ MAURO PROGIANTE

jmprogiante@yahoo.com.br

Cidade: Bauru/SP

 

Diplomado em Engenharia Elétrica e Direito, mestre em Direito. Trabalha como agente fiscal de rendas na Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo. Esperantista desde 1983, atualmente é presidente da Sociedade Bauruense de Esperanto, onde também ensina a Língua Internacional.

 

Tema da palestra: HIPÁTIA DE ALEXANDRIA: FILOSOFIA E MARTÍRIO

No fim do quarto e começo do quinto século da era cristã, quando se encerrava o mundo antigo e a cultura clássica, viveu na cosmopolita cidade de Alexandria uma das mais extraordinárias mulheres da história, Hipátia. Num meio dominado por homens, ela aprendeu e ensinou filosofia, matemática, física, poesia e astronomia, inventou e aperfeiçoou instrumentos científicos, despertando admiração e hostilidade entre seus contemporâneos. Em 1415, com aproximadamente sessenta anos de idade, Hipátia foi cruelmente assassinada por fanáticos cristãos, que a arrastaram pelas ruas até uma igreja, onde a torturaram até a morte, despedaçaram e queimaram seu corpo.

 

 

 

JOSÉ ROBERTO TENORIO

vortulo@yahoo.com.br

Cidade: São Paulo/SP

 

Designer gráfico, ex-redator dos periódicos La Lampiro e Brazilei, ex-dirigente da seção brasileira da ILEI (2007-2009) e atual presidente da Associação Paulista de Esperanto.

 

Temo da palestra: SENTIMENTO ANÁRQUICO POR TRÁS DA EXPERIÊNCIA LINGUÍSTICA

O Esperanto é uma língua anárquica no mais alto grau, não apenas no que se refere à relação entre línguas étnicas, mas também no que concerne à relação entre os próprios falantes dessas línguas. Nesse sentido, como já observou Claude Piron, autor do livro "La bona lingvo" (A boa língua), o Esperanto não deve ser semelhante às línguas étnicas, tentando fazer aquilo que elas já fazem bem, mas, ao contrário, o Esperanto deve se destacar, tentando fazer da melhor maneira aquilo que elas não podem fazer. Os que usam a língua internacional desfrutam, por meio dela, a oportunidade de se sentir cidadãos do mundo, mesmo que não tenham plena consciência disso.

 

 

 

LEANDRO FREITAS

freitas.letras@gmail.com

Cidade: São José do Rio Preto

 

Estudante de Interlinguística em Poznan, Polônia (2011-2014); Diplomado em Letras e Filologia na UNESP/São José do Rio Preto (2006-2010), onde também ensina Esperanto para a comunidade; professor de língua portuguesa no ensino médio; tradutor de textos em francês; tornou-se esperantista em julho de 2008.

 

Tema da palestra: CLAUDE PIRON: VIDA E OBRA E SUA IMPORTÂNCIA PARA O MOVIMENTO ESPERANTISTA

O suíço Claude Piron aprendeu Esperanto na adolescência. Muito cedo começou a contribuir para o movimento esperantista, escrevendo romances, argumentações favoráveis à adoção da língua, artigos, músicas, ensaios, etc. Como tradutor de várias línguas (principalmente francês, inglês e chinês), trabalhou durante muito tempo na ONU e na Organização Mundial da Saúde, onde adquiriu profunda compreensão do problema linguístico no mundo. Esta palestra tem como objetivo apresentar a vida e a obra desse importante personagem, e discutir, por meio da análise de sua argumentação, nossa própria preparação ante os desafios do Esperanto no Brasil.

 

 

 

LUIS GUILHERME SOUTO JARDIM

guilherme@winart.com.br

Cidade: Charqueada/SP

 

Empresário, engenheiro eletrônico, bacharel em Informática, mestre em Ciência da Computação, atualmente cursa o quarto ano de Filologia da língua inglesa e também participa no curso de pós-graduação de Interlinguística na Universidade de Poznan, Polônia (2° ano) na Universidade Poznan-Polônia (2º ano). Presidente do Clube "Homarano" de Esperanto de Piracicaba. Principais obras: Método Direto de Esperanto, Esperanto para Principiantes, La Knabo el la Steloj (tradução do livro de Henrique Barrios para o Esperanto - O Menino das Estrelas). Esperantista desde 1982, organizador de vários encontros de Esperanto, professor e tradutor.

 

Tema da palestra: ESPERANTO E CULTURA

Os principais temas da palestra são: Língua e Cultura, Intuição de Zamenhof sobre Comunidade, Esperantônimos, Símbolos, Língua e Identidade Própria, Língua e Ideologia, Língua e Psicologia.

 

 

 

OSMAR DA SILVA ALVES

osmar.silvaalves@gmail.com

Cidade: São Paulo/SP

 

Nasceu e mora na cidade de São Paulo. Tornou-se esperantista em 2004, depois de iniciar o aprendizado da língua no Clube de Esperanto Zamenhof, em curso dirigido pelos professores Osvaldo Pires de Holanda, Maria Delza Macabu Jesus e José Roberto Tenorio. Participou de eventos esperantistas, entre eles os Congressos de Esperanto do Estado de São Paulo, nos quais apresentou palestras sobre temas variados, e o Congresso Universal de Esperanto, ocorrido em Byalistok, em 2009, no qual recebeu atestado de proficiência em Esperanto no nível C1. Atualmente ensina Esperanto voluntariamente no Clube de Esperanto Zamenhof e esforça-se para divulgar a Língua Internacional na UNIFESP, onde frequenta o curso de Letras.

 

Tema da palestra: O NOME DELE É FRANCISCO

Não é possível exprimir em palavras simples o caminho desse homem, que teria sido uma pessoa comum, se não houvesse feito um trabalho abnegado em favor dos necessitados. Possuidor de qualidades notáveis, ajudou um número imenso de pessoas, mas até hoje sua atuação provoca discussões em muitos setores. Afinal, Francisco Cândido Xavier pode ser considerado mito ou realidade?

 

 

 

RODRIGO AMARAL PAULA DE MÉO

rodrigodemeo@gmail.com

Cidade: São Paulo/SP

 

Esperantista desde 1997, advogado, ex-secretário da seção brasileira da ILEI-Liga Internacional dos Professores de Esperanto.

 

Tema da palestra: TEORIAS DA CONSPIRAÇÃO

Muitas, inumeráveis, variadas...

Eis que o mundo está cheio de histórias que nem sempre correspondem à verdade dos fatos.

Todavia, quem pode garantir o que é (ou não) uma história verdadeira?

É possível jurar que Elvis de fato morreu?

E... que o homem com certeza pisou na lua?

O que pensar da afirmativa de que a Aids é uma criação do próprio homem?

Onde Jesus passou a juventude? Na Índia?

Entre planos secretos e sociedades ocultas, eis a humanidade sobrevivendo em seu próprio ideário, criando teorias para esclarecer o que geralmente não pode ser esclarecido – ou que pertence apenas a um mundo inatingível, exceto pela própria mente.

A proposta da palestra "Teorias da Conspiração" é divertir os presentes com a demonstração das mais destacadas e absurdas ideias que os homens já inventaram na tentativa de levantar o véu de sua eterna ignorância.

 

 

SILVIO MOTTA MAXIMINO

silvio.mmax@gmail.com

Cidade: Bauru/SP

 

Secretário da Sociedade Bauruense de Esperanto. Bacharel em Direito, Filosofia, História e Sociologia e mestre em Antropologia. Além de lecionar Filosofia na universidade, trabalha no Ministério Público do Estado de São Paulo.

 

Tema da palestra: ESPERANTO E CIDADANIA CONSCIENTE

Temos observado que muitos cidadãos ainda não receberam orientações específicas suficientes sobre como funciona o sistema político brasileiro, bem como sobre a importância de exercer o seu direito/dever de votar com responsabilidade.
A palestra visa abordar diversos temas relacionados à vida política e ao exercício da cidadania no regime democrático, apresentando uma série de ações apartidárias com o intuito de sensibilizar  e  conscientizar  o  eleitor sobre o seu papel no processo político, mesmo fora dos

períodos de campanhas eleitorais.

 

 

DETALHES SOBRE A NOITE DE ARTE

 

Dois grupos se apresentarão na Noite de Arte, que acontecerá no dia 8 de julho.

Marcela Escobar (soprano) e Luiz Fernando Figueiredo (pianista) formaram o grupo musical Ensemble Rapsódia em 2005. A dupla apresenta-se regularmente em teatros, casas de cultura, festivais de música, oficinas culturais e cruzeiros marítimos. Com repertório que inclui árias, canções brasileiras e europeias e temas de filmes, tem o objetivo de divulgar e estimular a apreciação da música de diferentes épocas e estilos.

O quinteto Amor e Luz surgiu neste ano, fundado por Wellington Silva (saxofone), Katia Bigueti (teclado), Cesar Prado (violão), Jadilson Alves (baixo) e Leopoldo Sanches (percussão), todos eles integrantes do coral do Centro Espírita Amor e Caridade, de Bauru. O  objetivo do grupo é levar alegria ao coração dos ouvintes que acompanham seu trabalho.

 

 

 

INSCRIÇÕES

 

Para inscrever-se no 4° Encontro Regional de Esperanto de Bauru basta enviar mensagem ao endereço esperantobauru@yahoo.com.br, informando nome e cidade onde reside.

Valor da inscrição (para participar de toda a programação do evento): 20 reais. O pagamento poderá ser feito na recepção, no dia da abertura do Encontro.

A participação na abertura solene e noite de arte, no dia 7 de julho, será gratuita, aberta a toda a comunidade.

Também será gratuita a participação no curso rápido de Esperanto, destinado a principiantes, que acontecerá no sábado, das 10h00 às 12h00 e das 15h00 às 17h30. A inscrição no curso poderá ser feita no local.

 

 

 

HOSPEDAGEM

 

Bauru é uma cidade de porte médio (cerca de 380.000 habitantes), com hotéis de diversas categorías, que podem ser consultados na internet, nos endereços abaixo:

www.hoteisembauru.com.br 

www.hotelinsite.com.br/procura/resultado.asp?cid=BAURU

Os hotéis a seguir oferecem preços especiais para os dias do Encontro:

 

 

 

HOTEL REAL

Rua Maria da Conceição Arantes Ramos, 4-40 – Vila Universitária - Bauru

www.hotelrealbauru.com.br

(14) 3202-9249, 3202-9251, 8163-4005 (Maurício Astorga Jr.)

quarto individual

quarto duplo

quarto triplo

quarto quádruplo

R$ 90,00

R$ 130,00

R$ 159,00

R$ 188,00

 

 

 

 

 

 

 

 

BEKASSIN HOTÉIS

Av. Duque de Caxias, 17-17 - Bauru

www.bekassinhoteis.com.br

(14) 3224-3700

quarto individual

quarto duplo

quarto triplo

quarto quádruplo

R$ 110,00

R$ 135,00

R$ 176,00

R$ 195,00

R$ 100,00

R$ 120,00

R$ 160,00

R$ 175,00

preços com desconto (se houver reservas para mais de 5 quartos)

 

 

 

 

 

HOTEL SAINT MARTIN

Rua Eng. Saint Martin, 13-26 – Centro - Bauru

www.hotelsaintmartin.com.br

(14) 3234-3951 (Tiago Pereira)

quarto individual

quarto duplo

quarto triplo

 

R$ 86,00

(luxo: R$ 96,00)

R$ 126,00

(luxo: R$ 136,00)

R$ 172,00

(luxo: R$ 182,00)

 

R$ 77,00

(luxo: R$ 86,00)

R$ 114,00

(luxo: R$ 123,00)

R$ 160,00

(luxo: R$ 170,00)

 

preços com desconto (se mais de 5 pessoas fizerem reserva)

 

 

 

 

 

ASTOR

HOTEL

Rua Maria C. A. Ramos, 4-40 - Bauru

www.astorhotel.com.br

(14) 3202-9249, 3202-9251

quarto individual

quarto duplo

quarto triplo

quarto quádruplo

R$ 99,90

R$ 129,90

R$ 159,90

R$ 189,90









 

 

 

ALIMENTAÇÃO

 

Nas imediações do local do Encontro há muitos restaurantes, de varios níveis de preço, cuja localização será informada aos participantes na recepção.

 

 

 

 

TURISMO

 

Se você pretende fazer turismo antes ou depois do Encontro, eis algumas sugestões:

Em Bauru: Jardim Zoológico, Jardim Botânico, Museu Ferroviário, Templo Tenrikyo.

Em Barra Bonita (80 km de Bauru): Rio Tietê (cruzeiro e visita à eclusa).

Em Brotas (110 km de Bauru): Visita a cachoeiras, hotéis-fazenda e esportes radicais.

 

 

 

OUTRAS INFORMAÇÕES

 

esperantobauru@yahoo.com.br

(14) 9702-9567 – José Mauro Progiante

 

 



--
Virtuala Brazila Esperanto-Movado

Nenhum comentário:

Postar um comentário